thumbs

ACOLHER DE CORAÇÃO| ADVENTO E NATAL 2023 - SEJA "AMIGO DE CORAÇÃO"


Este ano de 2023 integraram o Acolher de Coração:
8 Instituições

Apoio à Vida |Caritas Diocesana de Lisboa |Casa dos Rapazes |Creche da Graça |Centro de Apoio Social do Pisão |Centro Sagrada Família | Centro Social e Paroquial São Francisco de Paula | Vale de Acor 

95 Amigos de Coração acolhidos
78 Famílias que acolheram de Coração pessoas sozinhas e famílias apoiadas pelas Instituições, e comprometeram-se a rezar diariamente pelo seu Amigo de Coração.

Este ano, talvez por ser o Ano do Jubileu, o Acolher de Coração não só teve uma adesão muito rápida por parte das Familias como voltaram a integrar famílias que durante algum tempo tinham deixado de participar, o que é um motivo de alegria.

"A minha missão foi e é anunciar ao mundo o mistério de Maria." - Padre Kentenich, Milawkee 1963
Sempre no seguimento do Padre Kentenich, nosso Fundador, tomando para si a missão de "anunciar ao mundo o mistério de Maria", mas muito especificamente ao mundo onde se encontram os mais pequeninos de Jesus e Maria, este ano, o Acolher de Coração, teve o mote inspirado na Palavra de Deus impulsionadora da Mensagem do Papa Francisco para o dia Mundial dos Pobres: «Nunca afastes de algum pobre o teu olhar» (Tb 4, 7) . Anunciemos nós também! «Nunca afastes de algum pobre o teu olhar» (Tb 4, 7) 

A corrente de oração começou no 1º domingo de Advento e a intenção é que cada família continue durante o ano a rezar pelo seu Amigo de Coração.
No 3º Domingo de Advento, como habitual, aconteceu o encontro entre as Famílias e os Representantes das Instituições. Começou com a Eucaristia ao meio dia, e seguiu-se o. Este ano a oração conjunta, depois da Missa, não se realizou por razões exteriores a nossa vontade, mas para o ano será retomada.
Neste encontro breve, as famílias que estiveram presentes, tiveram a oportunidade de conversar com com os representantes das Instituições e dos Amigos de Coração e entregar os presentes, que depois serão entregues a cada Amigo de Coração mais perto do Natal. Este presente é uma expressão do cuidado e da oração que cada família fez e continua a fazer pela pessoa ou família.
Algumas famílias mostraram interesse em conhecer o seu Amigo de Coração e combinaram isso diretamente com o Responsável.

Sobre a iniciativa "Acolher de Coração"

O Acolher de Coração é uma corrente de solidariedade, pessoa a pessoa, para com crianças, adultos e famílias em situações mais fragilizadas, e cujo primeiro gesto é rezar por eles, entregando-os a Maria no Santuário.
Há na nossa cidade, entre as pessoas em situações muito fragilizadas, 1 criança, 1 família, ou 1 pessoa em solidão, que precisa que alguém de nós, neste Natal, se interesse por ela e pela sua vida.

Precisa de um pouco de verdadeira LUZ. E Jesus está onde está o coração da Sua Mãe.
Por isso, cada família ou pessoa que quiser aderir, fica especialmente encarregue de rezar por uma dessas pessoas acolhendo-a no seu coração, para ser o seu amigo que a entrega, diariamente, ao coração de Maria.

É uma iniciativa promovida pela Liga das Famílias e Pastoral do Santuário e aberta a todos.
Tem vindo a realizar-se desde o Advento e Natal de 2013, há 11 anos.

A equipa do Acolher de Coração, Lisboa 31/12/2023

 


 

 

PostInsta Chegou o Advento e com ele vem de novo o "Acolher de Coração" com o seu pedido de intensificarmos a oração e o capital de graças por uma família, uma criança, ou uma pessoas sozinha, em situação mais fragilizada, "trazê-la" pela nossa oração junto de Nossa Senhora no Santuário, e entregá-la ao Seu coração e às Suas graças.

Para se inscrever basta enviar um mail para: acolherdecoracao@familiasdeschoenstatt.org
Se preferir veja mais informação AQUI

Como o concretizam? O que temos que fazer?
A cada pessoa ou família que queira aderir é-lhe dado o nome de uma criança, adulto ou família e é-lhe pedido que: Reze, ofereça capital de graças e que também poupe algum dinheiro para, no Natal, lhe poder oferecer um presente muito concreto (indicado pela Instituição e até no máximo 20 euros).
No fundo interessar-se por ela e pela sua vida, acolhê-la no seu coração ao "jeito de Maria", e entregá-la especialmente a Nossa Senhora no Santuário. Sermos o fio de luz que a liga e a "coloca" no Santuário, aos pés da nossa Mãe. O presente que der representa a expressão concreta deste "acolher de coração".

"Nunca afastes de algum pobre o teu olhar» (Tb 4, 7). Enfim, quando nos deparamos com um pobre, não podemos virar o olhar para o lado oposto, porque impediríamos a nós próprios de encontrar o rosto do Senhor Jesus. E notemos bem aquela expressão «de algum pobre», de todo o pobre. Cada um deles é nosso próximo. Não importa a cor da pele, a condição social, a proveniência..."

(Papa Francisco na Mensagem para o dia Mundial dos Pobres 2023)

 IRS

contribuicoes 2

deixa a tua marca

 

 

 

 

Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar