thumbs

Este mês rezamos por

"Permaneçam unidos e não se esqueçam que o amor vence tudo" Padre José Kentenich 

 

Seguindo o nosso Fundador e confiando profundamente no que Jesus nos diz: "Se dois de entre vós se unirem, na Terra, para pedir qualquer coisa, hão-de obtê-la de meu Pai que está no Céu. Pois, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles.» Mt 18, 19-20,

Abrimos esta nova secção para podermos conhecer e partilhar as alegrias, contrariedades, sofrimentos e desafios da Igreja e da nossa comunidade e suas famílias, e assim, na força da Aliança de Amor e da oração, a partir do Santuário e dos Santuários Lar, podermos cultivar os vínculos e sermos mais família, mais comunidade. Como diz o nosso Papa "quando uma família reza unida, o vínculo torna-se mais forte".

Nesse sentido, começamos por apresentar as intenções do Papa, para que a cada dia possamos unir-nos a toda a Igreja.

Partilhamos aqui as intenções da Liga de Famílias de Lisboa. 

Veja também como integrar a corrente de oração e capital de graças da Rede Viva de Oração nos Santuário Lar e nos cantinhos de oração em casa, nestes tempos em que o impacto do Coronavirus precisa tanto de oração e capital de graças.

 

  •  Intenções do Papa Francisco | Junho 2021

    rezamos por Papa.setembro

    Intenção

    A beleza do matrimónio (Pela Evangelização)

    Rezemos pelos jovens que se preparam para o matrimónio com o apoio de uma comunidade cristã, para que cresçam no amor, com generosidade, fidelidade e paciência.

     Reflexão

    Quem acompanha os temas das intenções do Papa ao longo dos anos, dá-se conta que alguns são muito recorrentes; e o deste mês é um deles: a família. Porém, o Santo Padre, a cada ano, propõe-no a partir de diferentes pontos de vista. Neste mês de junho, o matrimónio aparece com este desafio: ser olhado como uma vocação a nascer, crescer e ser cuidada dentro da comunidade cristã.

    Faz falta tomar uma maior consciência que o matrimónio é uma vocação, um chamamento, um apelo de Deus a uma vida plena e feliz. Reduzir o tema da vocação à questão da consagração religiosa ou sacerdotal teve e continua a ter, no imaginário dos cristãos, uma tendência que leva a considerar o matrimónio como vocação “inferior”, menos “santa”, menos “ao serviço da Igreja”. Esta conceção acaba por ter consequências práticas muito evidentes, a começar pelos planos pastorais de preparação e acompanhamento do matrimónio.

    Nas catequeses, o matrimónio é apresentado como vocação em sentido pleno? A preparação para o matrimónio, a vida em família, a educação dos filhos, o acompanhamento das crises das várias etapas da vida dos pais e dos filhos, o envelhecimento do casal... estes são temas presentes na preparação e na oração das comunidades? Começa logo por ser óbvia a diferença que se vê entre a preparação para o sacramento do Matrimónio e a preparação para o sacramento da Ordem. É verdade que o sacramento da Ordem tem uma função e ministério mais visível, mas a vocação entendida como caminho pleno e dom da vontade de Deus para a vida dos batizados é igual. Por isso, é tão importante que, como comunidades cristãs, especialmente os responsáveis pela formação, cresçam na consciência de preparar bem os seus membros para a beleza do matrimónio, vivido na doação de si, na fecundidade, no amor, com generosidade, fidelidade e paciência.

    Oração

    Deus, nosso Pai,
    no sacramento do matrimónio
    quiseste deixar-nos o sinal da tua união com a humanidade.
    É no amor entre o homem e a mulher
    que te tornas presente
    e abres os nossos corações
    ao dom da vida e da entrega mútua.
    Envia o teu Espírito a todos os jovens
    que se preparam para o seu matrimónio,
    para que façam este caminho com seriedade e verdade,
    alegria e entusiasmo.
    E que encontrem na Igreja
    pessoas capazes de os acompanhar
    nos momentos felizes e nas dificuldades.

    Pai Nosso...

    Desafios

    • Valorizar a vocação matrimonial, nas homilias, catequeses, educação cristã, falar da beleza da vocação ao matrimónio como caminho pleno de vida cristã.

    • Crescer com paciência no caminho do amor, abrindo-me com verdade ao outro, acolhendo a sua fragilidade e sonhando um projeto de vida centrado em Deus e na sua vontade.
    • Ser fiel na dificuldade, sem me precipitar, mas procurando sempre o diálogo e a ajuda de outras pessoas, para que as crises me façam mais forte.

    • Viver a alegria de partilhar a vida, encontrando momentos em família para partilhar o que vivo, sinto, desejo, o que me alegra e o que me preocupa, em ambiente de oração.

    O vídeo do Papa

     

    créditos do vídeo: The Pope Video – www.thepopevideo.org – by Pope’s Worldwide Prayer Network www.popesprayer.va

  • 1
  • Intenções da Liga de Famílias

    Este mês de Junho de 2021  procuremos rezar terço em família por estas intenções:

    • pela família Núncio, para que Nossa Senhora os proteja, e interceda junto do Pai que tudo pode.

    • pelas Novas Alianças de Amor dos casais do Arco 5

    • pelo lançamento do Arco 5
    • Pelo fim da pandemia com o Papa Francisco
    • pelo valor da vida em todas as circunstâncias
    • Por todos os doentes da liga e casais em dificuldades
    • Pela formaçao e discernimento dos novos Militantes
    • Pelos monitores e pelo lançamento do Arco 6
    • Pela familia como celula fundamental duma nova sociedade

  • 1
Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar