thumbs

Este mês rezamos por

"Permaneçam unidos e não se esqueçam que o amor vence tudo" Padre José Kentenich 

 

Seguindo o nosso Fundador e confiando profundamente no que Jesus nos diz: "Se dois de entre vós se unirem, na Terra, para pedir qualquer coisa, hão-de obtê-la de meu Pai que está no Céu. Pois, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles.» Mt 18, 19-20,

Abrimos esta nova secção para podermos conhecer e partilhar as alegrias, contrariedades, sofrimentos e desafios da Igreja e da nossa comunidade e suas famílias, e assim, na força da Aliança de Amor e da oração, a partir do Santuário e dos Santuários Lar, podermos cultivar os vínculos e sermos mais família, mais comunidade. Como diz o nosso Papa "quando uma família reza unida, o vínculo torna-se mais forte".

Nesse sentido, começamos por apresentar as intenções do Papa, para que a cada dia possamos unir-nos a toda a Igreja.

Partilhamos aqui as intenções da Liga de Famílias de Lisboa.

E, porque somos uma família feita de famílias, deixamos também a possibilidade de cada família fazer a sua partilha e pedir oração, mas também poder saber e rezar as intenções das outras.

Estas últimas estão apenas acessíveis a quem estiver registado. Peça o seu registo ou faça o seu login caso já tenha os dados.

 

  • Intenções do Papa Francisco | Fevereiro 2020

    rezamos por Papa.setembro

    Intenção

    Este mês de Fevereiro o Papa convida-nos a rezar – escutar os gritos dos migrantes. Rezemos para que o clamor dos irmãos migrantes vítimas do tráfico criminoso seja escutado e considerado. (veja mais aqui)

     

    Reflexão

    «"Onde está o teu irmão? A voz do seu sangue clama até Mim", diz o Senhor Deus. Esta não é uma pergunta posta a outrem; é uma pergunta posta a mim, a ti, a cada um de nós. Estes nossos irmãos e irmãs procuravam sair de situações difíceis, para encontrarem um pouco de serenidade e de paz; procuravam um lugar melhor para si e suas famílias, mas encontraram a morte. Quantas vezes outros que procuram o mesmo não encontram compreensão, não encontram acolhimento, não encontram solidariedade! E as suas vozes sobem até Deus! Recentemente, falei com um destes irmãos. Antes de chegar aqui, passaram pelas mãos dos traficantes, daqueles que exploram a pobreza dos outros, daquelas pessoas para quem a pobreza dos outros é uma fonte de lucro. Quanto sofreram! E alguns não conseguiram chegar».

    Estas palavras foram ditas pelo Papa Francisco na sua primeira viagem apostólica a Lampedusa, no dia 8 de julho de 2013, quatro meses após a sua eleição. Sete anos depois, o Santo Padre poderia dizer as mesmas palavras. Sete anos de notícias e relatos de morte, sofrimento, exploração criminosa, não apenas no mar, mas também em terra. Sete anos a encontrar muros, desconfianças, discursos de ódio, manifestações sociais e políticas que, sob a aparência da proteção das ameaças, acabam por silenciar os gritos de quem quer apenas sobreviver...

    O nosso coração foi-se habituando a isto? Será que estas palavras de Francisco, ditas então em Lampedusa, também nos dizem respeito: «Somos uma sociedade que esqueceu a experiência de chorar, de "padecer com": a globalização da indiferença tirou-nos a capacidade de chorar!»? A questão é séria: de que forma me posiciono perante o grito destas pessoas?

    Neste mês, o Santo Padre pede pelos migrantes, vítimas do tráfico criminoso. Deixemos que o nosso coração se comova com estas histórias e rezemos para que Deus toque o coração de todos nós e daqueles que têm o poder de pôr termo a estas situações de aproveitamento extremo da fragilidade dos outros.

    Oração

    Senhor Jesus Cristo,
    Tu que foste hóspede e peregrino no meio de nós.
    Tu que fugiste à violência,
    buscando no Egipto um porto seguro.
    Dá-nos a graça de Te reconhecermos
    no rosto dos nossos irmãos e irmãs
    obrigados a sair dos seus países
    por causa da guerra, da injustiça,
    da pobreza e da violência.
    Que o teu Espírito toque o nosso coração e os nossos ouvidos
    para não sermos indiferentes ao grito destes nossos irmãos.
    Faz da tua Igreja e de todos os seus filhos
    um claro exemplo de acolhimento e de amor,
    tal como Tu nos ensinaste.
    Pai-Nosso...

    Desafios

    • Começar (ou continuar) a colaborar com instituições que acolhem os migrantes e as suas famílias, através de donativos, voluntariado, divulgação destas iniciativas nas redes sociais, etc.
    • Promover à minha volta uma atitude positiva perante os migrantes que fogem das suas terras em busca de paz e oportunidades de vida, combatendo os discursos de fechamento, ódio e preconceito que são veiculados por oportunismos políticos.
    • Sensibilizar a minha comunidade ou paróquia para a oração por estes irmãos, de modo particular na celebração da Eucaristia, combatendo a «globalização da indiferença».

    O vídeo do Papa

    Passo a rezar

  • 1
  • Intenções da Liga de Famílias

    Este mês de Fevereiro de 2020  procuremos rezar terço em família por estas intenções:

    • Oração por todos os que têm o poder de decidir, para que o ES a todos ilumine a favor do dom que é Vida, para que a Eutanásia não seja aprovada pelo Parlamento no próximo dia 20 de Fevereiro
    • Oração pela caminhada pela vida, frente a São Bento no dia 20 Fevereiro
    • Oração do terço no dia do Centenário da Morte de Santa Jacinta - 20 Fevereiro - para que interceda pelo Santo Padre e pelo seu ministério
    • Oração pelos grupos que estão a trabalhar os vários temas
    • Pela equipa dos Retiros e pelos seus frutos
    • Pela corrente de Santuários Lar
    • Pelos casais em formação e discernimento pela Militância na Liga das Famílias
    • Pelas famílias da nossa Liga que têm pessoas doentes, pelos desempregados e pelas intenções das famílias
    • Paz no mundo e nas famílias
    • Pelo Papa e pela Igreja em Portugal
    • Pelos frutos do Lema que queremos viver mensalmente ao longo deste ano como Família de Lisboa - Deixa a tua marca! Cria laços - com o PK, na Família, no trabalho, com o Santuário, com a Mater, com os Amigos e com Lugares
    • Pelo Pe. Tiago - tem ainda um período de 45 sessões de radio e quimioterapia no Chile, e que prosseguirão depois em Lisboa com mais cerca de seis meses a um ano de outras sessões. Está tranquilo e animado.

  • 1
  • Intenções de Famílias

    Famílias da Liga de Famílias de Lisboa,

    Disponibilzamos este espaço para que cada família possa partilhar com as outras famílias, qualquer acontecimento, projecto, desejo, esperança, preocupação, pedir a sua intenção e dar graças!
    Enfim, este espaço é para que possamos ir sabendo uns dos outros e para assim, em Aliança, nos alegrarmos juntos, sermos solidários uns com os outros!

    Aquilo que partilharem aqui só estará acessível às famílias e pessoas da nossa comunidade e que estejam registados. O mesmo é verdadeiro para que se possa ver as partilhas dos outros.

     

  • 1
Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar