thumbs

Este mês rezamos por

"Permaneçam unidos e não se esqueçam que o amor vence tudo" Padre José Kentenich 

 

Seguindo o nosso Fundador e confiando profundamente no que Jesus nos diz: "Se dois de entre vós se unirem, na Terra, para pedir qualquer coisa, hão-de obtê-la de meu Pai que está no Céu. Pois, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles.» Mt 18, 19-20,

Abrimos esta nova secção para podermos conhecer e partilhar as alegrias, contrariedades, sofrimentos e desafios da Igreja e da nossa comunidade e suas famílias, e assim, na força da Aliança de Amor e da oração, a partir do Santuário e dos Santuários Lar, podermos cultivar os vínculos e sermos mais família, mais comunidade. Como diz o nosso Papa "quando uma família reza unida, o vínculo torna-se mais forte".

Nesse sentido, começamos por apresentar as intenções do Papa, para que a cada dia possamos unir-nos a toda a Igreja.

Partilhamos aqui as intenções da Liga de Famílias de Lisboa. 

Veja também como integrar a corrente de oração e capital de graças da Rede Viva de Oração nos Santuário Lar e nos cantinhos de oração em casa, nestes tempos em que o impacto do Coronavirus precisa tanto de oração e capital de graças.

 

  •  

    Intenções do Papa Francisco | Março 2020

    rezamos por Papa.setembro

    Intenção

    Os católicos na China (Pela Evangelização)

    Rezemos para que a Igreja na China persevere na fidelidade ao Evangelho e cresça na unidade.

     

    Reflexão

    Talvez o leitor não saiba que S. Francisco Xavier, grande missionário jesuíta, padroeiro da Rede Mundial de Oração do Papa, morreu no dia 3 de dezembro de 1552, doente e por exaustão, na ilha de Sanchoão, olhando para o horizonte, onde se encontrava a China, que sempre foi o seu destino de missão mais desejado, mas onde acabou por não entrar. Passado algum tempo, outros missionários conseguiram entrar neste país tão vasto e de uma cultura tão rica e tão antiga, num diálogo muito fecundo entre estas duas civilizações até que, por vários motivos, as portas deste país se fecharam ao anúncio do Evangelho por muitos anos. Mas permaneceu ali uma pequena Igreja clandestina e perseguida, fiel ao Papa, ao mesmo tempo que, já sob o regime comunista, no século XX, se criou uma Igreja própria da China, a Associação Patriótica Católica Chinesa, controlada pelo Estado.

    Sabemos que o regime político da China é ateu e, por isso, não favorece o desenvolvimento das religiões, de modo particular o Cristianismo, muito associado ao Ocidente, com o qual a China sempre teve relações diplomáticas e políticas difíceis, até aos nossos dias.

    Contudo, nas últimas décadas, têm vindo a ser feitos esforços de diálogo entre a Igreja Católica e as instituições deste país, tendo em vista o reconhecimento da presença da Igreja e da sua liberdade de culto. São pequenos passos que se vão dando, no sentido de uma maior abertura, por parte do Vaticano, à realidade da Associação Patriótica Católica Chinesa e, por outro, de abertura, por parte do governo, à liberdade religiosa dos cristãos da Igreja clandestina.

    É neste sentido que o Papa Francisco, neste mês, pede a todos os cristãos para terem presentes nas suas orações estes esforços de abertura, diálogo, reconhecimento e unidade, na fidelidade ao Evangelho, por parte destas comunidades.

    Peçamos ao Senhor que, por intercessão dos grandes missionários de outrora, muitos deles mártires, este grande país possa ser terreno fértil para o Evangelho e os seus valores.

    Oração

    Senhor Jesus Cristo,
    que enviaste os teus discípulos
    a levar a todo o mundo a Boa-Nova,
    inspira os nossos irmãos e irmãs que Te seguem
    neste grande país, a China.
    Que o teu Espírito leve os seus responsáveis
    a ter no seu coração o desejo de diálogo, abertura,
    paz e reconciliação.
    Neste mês, comprometemo-nos a estar mais unidos
    aos nossos irmãos e irmãs na China que,
    através de muitas dificuldades,
    acreditam em Ti e professam o teu nome.
    Que o teu amor seja para cada um deles a sua força e a sua alegria.
    Pai-Nosso...

    Desafios

    • Procurar conhecer melhor a realidade da Igreja na China, a sua história, a sua situação política e religiosa.
    • Organizar, na própria comunidade, um momento de oração onde se possa pedir pelos cristãos chineses e também por todos os cristãos que, em todo o mundo, sofrem perseguição e sentem limites à sua liberdade religiosa.
    • Promover, na medida do possível, algum encontro com a comunidade chinesa nos locais onde habito, procurando conhecer os seus costumes, tradições e a sua riqueza cultural, favorecendo um clima de fraternidade e acolhimento.

    O vídeo do Papa

    Passo a rezar

  • 1
  • Intenções da Liga de Famílias

    Este mês de Março de 2020  procuremos rezar terço em família por estas intenções:

    • Pelas famílias da nossa Liga que têm pessoas doentes, pelos desempregados e pelas intenções das famílias
    • Pelos doentes, especialmente os que estão em maior risco, pelos profissionais da saúde, que estão na linha da frente no combate a esta epidemia.

    • Por todos os empresarios e gestores para que saibam cuidar do bem comum que é o trabalho e nao desanimem nem deixem de cuidar e olhar com caridade dos seus trabalhadores.Paz no mundo e nas famílias nestes tempos de sofrimento e flagelo q assola toda a europa e o mundo, para q sejamos sempre sinal de esperanca

    • Pelo Papa e por todos os sacerdotes e pela Igreja em Portugal e na Europa para q nestes tempos sejam consolo e fonte de esperanca

    • Pelos frutos do Lema que queremos viver mensalmente ao longo deste ano como Família de Lisboa - Deixa a tua marca! Cria laços - com o PK, na Família, no trabalho, com o Santuário, com a Mater, com os Amigos e com Lugares

    • Pelo Pe. Tiago - tem ainda um período de 45 sessões de radio e quimioterapia no Chile, e que prosseguirão depois em Lisboa com mais cerca de seis meses a um ano de outras sessões. Está tranquilo e animado.

  • 1
Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar